introversos' book cover

Introdução

Longe de mim querer dizer ao estimado leitor como fazer seu próprio trabalho, porém, dou aqui alguma informação que talvez lhe seja útil na hora de ler o presente material: Introversos é um livro que se passa na cabeça de um introvertido; cada poema é um fragmento de uma sensação, é um momento, é uma conclusão, uma epifania. Portanto, para entender a linha de raciocínio que se constrói na cabeça do dito introvertido, é interessante seguir sequencialmente na leitura, um a um, um após o outro.

Claro que deixo à escolha do leitor decidir se quer ou não seguir as instruções, pois pode ele pensar muito mal a respeito daquele que escreve, afinal, qual a graça da interiorização da obra se a ela já vem com manual?

Bom, se acaso aprouver ao leitor experimentar a obra seguindo apenas seus próprios instintos e vontades, que este ignore o supracitado e foque apenas nas seguintes palavras arranjadas da seguinte forma:

Se a borboleta representa a felicidade, a beleza no mundo, também representa as ilusões e idealizações construídas para que o mundo pareça realmente belo; já a lagarta, na nojeira e feiura de si, está mais para a realidade, a vida como ela realmente é.

O introvertido, na medida que vê o mundo externo aos seus olhos, internaliza e, ao internalizar, cria seu próprio mundo. Um mundo à parte, um mundo só seu, que só existe em sua cabeça, que fica entre a lagarta e a borboleta.

Poesias

  1. Metamorfose
  2. Mudanças
  3. Ideologia
  4. Sobre o tempo
  5. Cresci
  6. Igreja Universal da Graça da Dúvida
  7. Eles me perguntam
  8. Olheiras
  9. Perdemos o instinto
  10. Acaso
  11. Nós
  12. Cabeça que não para
  13. Pedro, o vermelho
  14. Cultura na educação
  15. Louco ou consumidor
  16. Metrô
  17. Só quero devagar
  18. Ao mar
  19. Os monges e eu
  20. O poeta
  21. No Moleskine
  22. Inspiração
  23. Porquê escrevo
  24. Hora derradeira
  25. Caravaggio
  26. Caça-Palavras
  27. Ação e reação
  28. Sobre os sonhadores
  29. A esperança
  30. O amanhã é uma miragem
  31. Meu niilismo me liberta
  32. Sabor da vida
  33. Felicidade é uma refeição
  34. Coragem
  35. Sanidade
  36. Intenção
  37. O pensamento é meu
  38. Clube de esquina
  39. Música faz momento
  40. Meditação
  41. Gênesis
  42. O tempo é psicológico
  43. A estrada
  44. Transeuntes
  45. Urbanos
  46. Homem civilizado
  47. Tribunal da selva
  48. Evitando o caos
  49. Durante o intervalo
  50. Olhos nos olham
  51. Olhares
  52. Aportar
  53. Chile
  54. Parque Independência
  55. Visão pessimista
  56. Complementando Descartes
  57. Envelhecer tomando café
  58. Vida
  59. Hipocrisia evolutiva
  60. Se eu fosse um animal, qual seria?
  61. Frutos do mar
  62. Vida celular
interversos' book back cover