introversos' book cover

Aportar

No porto aportam barcos;
no aeroporto, aviões.
De ambos chegam gente
que se portam feito criança
cheia de desejos,
correm porta a fora,
com nada se importam
e depois, cheia das paixões
por toda esta terra, voltam
portando apenas recordações.

< Olhares Chile >

Este poema é parte do livro Introversos: versos da cabeça de um introvertido.

Leia online Leia no Kindle

interversos' book back cover