Melopeia, Ferreira Gullar e Chico Buarque

O aspecto sonoro do poema

Segundo o crítico americano Ezra Pound , um poema pode invocar seu poder poético através de três elementos: som, imagens e pensamento. No que isso pode nos ajudar a escrever melhores poemas?

Muita coisa que escrevemos, nasce de maneira intuitiva ou natural. Sentimos e escrevemos. Isso faz parecer que existe um dom divino, uma diferenciação especial dentre os outros. O fato é que talvez os gênios talvez sejam assim mesmo, mas a grande maioria, como nós, não é gênio. Se quisermos nos diferenciar, encontrar nossa voz e nosso estilo na poesia, precisamos estudá-la, para poder usar conscientemente todas as ferramentas. Por isso é importante visitar os críticos, revisitar os poetas e nos permitir evoluir.

Por isso, quero falar um pouco mais sobre o livro O ABC da literatura , do Pound. Segundo este crítico americano, a poesia pode se manifestar através do som, das imagens ou da reflexão. Ele chamou a manifestação do som de melopeia, da imagem de fanopeia e da reflexão de logopeia.

Esses elementos da poesia não necessariamente são excludentes. Pode-se ter um poema onde a logopeia seja mais presente e outro onde a fanopeia seja mais evidente, mas pode ser que ambos poemas contenham um pouco destas três características.

Queria começar falando sobre a melopeia, que é um termo de música vinda da Grécia antiga que queria dizer “um conjunto de regras que regem a composição de melodias”. Então, melopeia tem tudo a ver com melodia.

Exemplos onde este aspecto se encaixa:

gira sol girafa farol faro girassol poema concreto de Ferreira Gullar

Se o fator sonoro de aproximação de sons entre as palavras for removido, temos apenas uma lista de palavras relacionadas visualmente, o que não é tão atrativo quanto quando a brincadeira com os sons está presente. Experimente ler as palavras em diferente ordens e perceberá a diferença.

Outro exemplo é a música Construção do Chico Buarque . Um trecho:

E tropeçou no céu como se fosse um bêbado
E flutuou no ar como se fosse um pássaro
E se acabou no chão feito um pacote flácido
Agonizou no meio do passeio público
Morreu na contramão, atrapalhando o tráfego

Chico Buarque

Perceba que há um momento em que as proparoxítonas acabam sendo trocadas e uma grande brincadeira começa. Não há perdas significativas na poesia, pois o aspecto sonoro se mantém. Isso mostra o poder das melopeias. Escute a música completa abaixo:

Nos próximos dois vídeos, vamos falar, respectivamente, de fanopeias e logopeias, que são os aspectos imagéticos e reflexivos dos poemas.