Clube de esquina

Essa música,

essa coisa progressiva,

não é convencional,

não é para refrão.

É um som imaginário

formado por um clube de músicos

de alto Nascimento

que tocam nas esquinas da cidade.

É uma pincelada de tinta

  • que brilha, sintilante,

multicolor e espectral -

que faz desenhos:

voltas e círculos,

linhas e retas,

largas e também finas

nas paredes metálicas

de um trem azul.