Mais poemas que deram ótimas músicas

Diversos poetas tiveram seus poemas musicados ou adaptados. Eu, particularmente, gosto muito de prestar atenção às letras das músicas, pois possuem um ritmo e uma cadência importante para minha poesia.

Neste vídeo, dou continuidade a minha seleção de poemas que deram ótimas músicas. Segue a lista mencionada no vídeo:

Paulo Leminski

O poema ‘Dor Elegante’ foi musicado por Itamar Assunção

O poeta também escreveu versos de Verdura, tocado por Caetano Veloso. Aliás, sobre a influência da cultura americana na nossa sociedade. Relevante para os dias atuais.

Carlos Drummond de Andrade

Canção Amiga, interpretada e musicada por Milton Nascimento

Manuel Bandeira

Um dos poemas mais famosos de Bandeira, Trem de Ferro, foi musicado e interpretado por Olivia Hime e Tom Jobim. Para mim, a melhor música da lista!

Outro poema conhecido, Vou-me embora pra Pasárgada, foi musicada por Paulo Diniz. Este mesmo músico, musicou “E agora, José?”, de Drummond, presente na primeira lista de poemas que deram ótimas músicas.

Fernando Pessoa

O poeta é um fingidor e Tom Jobim um compositor! E que compositor!

Vinícius de Moraes

Jards Macalé gravou poemas de vários poetas, vide este aqui, O mais que perfeito, de Vinicius de Moraes. No caso, quem canta é Clara Nunes.

Waly Salomão

Outro poema que Jards Macalé musicou foi Mal secreto, do poeta Waly Salomão. Além de Jards, Gal Costa também gravou essa música. Entretanto, o desejo de Waly era ouví-la na voz de Luis Melodia. Tá aí!

Antonio Cicero

A Adriana Calcanhotto está sempre fluindo entre o poema e a canção. Nesse vídeo, num programa de televisão antigo, toca Inverno, entre outros poemas musicados por ela.

Espero que tenham gostado!