1. GustavoDutra.com
  2. um barco ao mar
  3. Mais poemas que deram ótimas músicas

Mais poemas que deram ótimas músicas

Diversos poetas tiveram seus poemas musicados ou adaptados. Eu, particularmente, gosto muito de prestar atenção às letras das músicas, pois possuem um ritmo e uma cadência importante para minha poesia.

Neste vídeo, dou continuidade a minha seleção de poemas que deram ótimas músicas. Segue a lista mencionada no vídeo:

Paulo Leminski

O poema ‘Dor Elegante’ foi musicado por Itamar Assunção

O poeta também escreveu versos de Verdura, tocado por Caetano Veloso. Aliás, sobre a influência da cultura americana na nossa sociedade. Relevante para os dias atuais.

Carlos Drummond de Andrade

Canção Amiga, interpretada e musicada por Milton Nascimento

Manuel Bandeira

Um dos poemas mais famosos de Bandeira, Trem de Ferro, foi musicado e interpretado por Olivia Hime e Tom Jobim. Para mim, a melhor música da lista!

Outro poema conhecido, Vou-me embora pra Pasárgada, foi musicada por Paulo Diniz. Este mesmo músico, musicou “E agora, José?”, de Drummond, presente na primeira lista de poemas que deram ótimas músicas.

Fernando Pessoa

O poeta é um fingidor e Tom Jobim um compositor! E que compositor!

Vinícius de Moraes

Jards Macalé gravou poemas de vários poetas, vide este aqui, O mais que perfeito, de Vinicius de Moraes. No caso, quem canta é Clara Nunes.

Waly Salomão

Outro poema que Jards Macalé musicou foi Mal secreto, do poeta Waly Salomão. Além de Jards, Gal Costa também gravou essa música. Entretanto, o desejo de Waly era ouví-la na voz de Luis Melodia. Tá aí!

Antonio Cicero

A Adriana Calcanhotto está sempre fluindo entre o poema e a canção. Nesse vídeo, num programa de televisão antigo, toca Inverno, entre outros poemas musicados por ela.

Espero que tenham gostado!